21 novembro 2007

meio bossa nova e rock ´n roll...


"...aquele garoto queria mudar o mundo..."

Como Cartola, foi batizado como Agenor de Miranda Araújo Neto, mas desde pequeno preferiu ser chamado pelo apelido, que lhe foi dado antes mesmo de nascer.
Bebeu na fonte da tradição viva da MPB para recriar a poesia típica do rock.
Poesia que permanece viva até hoje, para sempre.

"O tempo não para".

(1958-1990)

3 comentários:

Janaina disse...

"Poesia que permanece viva até hoje, para sempre."
Com certeza! Incomparável Cazuza!

(amei o novo layout do blog)

Besos!

Maria Eliza Marques disse...

com tantas frases,
bom demais receber o elogio de uma que é de autoria própria!
mesmo que piegas...
adoro suas visitas aqui Jã!
e viva o Cazuza!

beijão pra você linda!

Janaina disse...

Estou sempre por aqui Mazzita!
Adoro o seu blog!